Aluguel de Ferramentas









Notícias

RSS Feed - Notícias - Mantenha-se Informado


14/04 - Prédio de antigo hotel em Rio Branco é desapropriado para instalação de nova sede do MP
Prédio do antigo Comfort Hotel foi desapropriado para instalação de uma sede do Ministério Público do Acre (MP-AC) em decreto governamental. Ainda não há data para mudança das promotorias do MP para a localidade. Setores do MP vão ser instalados em antigo prédio de hotel localizado na Via Verde Reprodução/Rede Social O prédio do antigo Comfort Hotel, na Via Verde, em Rio Branco, foi desapropriado pelo governo do Acre para instalação de uma sede do Ministério Público do Acre (MP-AC). O decreto de desapropriação foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) na última segunda-feira (12). Além de trabalhar com hospedagem, o espaço era utilizado para conferências, reuniões, formaturas e festas. O governo não informou desde quando o prédio está desocupado. O empreendimento foi fechado por falta de pagamento e tomado por uma agência bancária, que dispõe da propriedade. "Declara de utilidade pública, para fins de desapropriação, um imóvel urbano situado no município de Rio Branco, destinado à instalação e funcionamento da nova sede do Ministério Público do Estado do Acre", destaca o decreto assinado pelo governador Gladson Cameli. Em contato com o MP-AC, o G1 foi informado que ainda não há data prevista para a instalação da sede na localidade. O órgão faz um estudo para saber em que promotorias e setores devem ser mudados para o novo prédio. Embargo de obra Além do processo de desapropriação, o prédio também teve um obra de reforma embargada após uma vistoria da Secretaria de Infraestrutura de Rio Branco (Seinfra) e da Defesa Civil Municipal. É que há uma parte do terreno cedendo e parte da obra foi embargada. A Seinfra informou que a vistoria foi um pedido do Ministério do Trabalho após o recebimento de informações de que comprometimento do trecho. Na terça-feira (13), a empresa responsável pela reforma entrou com uma solicitação para retirar o embargo. Reveja os telejornais do Acre
Veja Mais

14/04 - Covid-19: veja boletim da Prefeitura de Uberlândia de 14/04/2021
Dados são divulgados diariamente após as 17h. Confira informações sobre a ocupação dos leitos, casos confirmados e descartados, mortes, além de pacientes recuperados da doença. Reprodução em 3D do modelo do novo coronavírus (Sars-CoV-2) criada pela Visual Science. Dentro do verde mais claro, as bolinhas vermelhas representam o 'centro' do vírus, o genoma de RNA; as bolinhas verdes são proteínas 'especiais', que protegem esse material genético. Ao redor do verde, o vermelho mais fraco é a 'casca', feita de uma membrana retirada da célula hospedeira. O vermelho mais vivo são as proteínas 'matrizes' codificadas pelo vírus. As 'pontas' que saem do vírus são as 'lanças de proteínas', que o vírus usa para se conectar às células hospedeiras e infectá-las. Reprodução/Visual Science No boletim divulgado pela Prefeitura de Uberlândia nesta quarta-feira (14) foram registradas 13 mortes pela Covid-19. Também foram confirmados 254 novos casos da doença. Leia também: Covid-19: veja a ocupação dos leitos de UTI e enfermaria em Uberlândia Vacina contra Covid-19 em Uberlândia: veja quem pode ser vacinado hoje e o que fazer Vacinômetro: veja quantas doses já foram aplicadas nas principais cidades do Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de MG Boletim diário Casos confirmados da Covid-19 Casos descartados da Covid-19 Mortes causadas pela Covid-19 Perfis das vítimas mortas pela Covid-19 Pacientes recuperados (que tiveram alta) Ocupação de leitos de Covid-19 e outras doenças Boletim da Covid-19 em Uberlândia em 14/04/2021 Prefeitura de Uberlândia VÍDEOS: Veja tudo sobre o Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas
Veja Mais

14/04 - Suspeita de receptação de carro roubado é detida pela polícia em Piracicaba
Segundo a 2ª Dise, Hyundai IX35 estavam com placas de um Fiat Uno e coberto por uma lona em uma casa. Investigada pagou fiança e vai responder em liberdade. Notebook e tablets também foram apreendidos pela Polícia Civil com a suspeita, em Piracicaba Divulgação/ Polícia Civil Uma mulher de 23 anos foi detida por receptação de um veículo, em Piracicaba (SP), na tarde desta quarta-feira (14). A ação foi realizada por policiais da 2ª Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise). De acordo com a corporação, durante investigações no bairro Monte Feliz, uma identificou um imóvel onde estaria um veículo produto roubado, coberto por uma lona. Foi solicitado à moradora que o descobrisse e, em consulta nos sistemas da Polícia Civil, foi constatado que a identificação era referente a um Fiat Uno, mas o veículo é um Hyundai IX35. Pelo número do chassi, foi constatado que o automóvel tinha sido roubado no último dia 3, em Piracicaba. Na casa, foram encontrados um notebook e quatro tablets, que a suspeita alegou ter comprado de um desconhecido por R$ 250. Quanto ao veículo, afirmou que seu marido estaria o guardando a pedido de um amigo, de quem disse desconhecer a identidade. Foi dada voz de prisão em flagrante e ela foi conduzida até da sede da 2ª Dise/Deic, onde foi arbitrada fiança de R$ 1.200,00. A investigada pagou o valor e vai responder em liberdade. Os carros, notebook e tablets foram apreendidos. VÍDEOS: Fique por dentro do que acontece na região Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba
Veja Mais

14/04 - Após pedido do governo, Lira derruba convocação de Braga Netto por comissão da Câmara
Requerimento foi aprovado após reforma ministerial de Bolsonaro, mas antes de novo ministro da Defesa tomar posse. Presidente da Câmara diz que pedido de convocação deve ser nominal. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), decidiu nesta quarta-feira (14) derrubar a convocação para que o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, comparecesse à Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC) da Câmara. Lira atendeu a um pedido do líder do governo na Casa, Ricardo Barros (PP-PR), que apontou o fato de Braga Netto ainda não ter tomado posse no Ministério da Defesa quando a convocação foi aprovada. Segundo Barros, naquele momento, o militar ainda não era ministro da pasta. A reforma ministerial foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro em 29 de março e oficializada no "Diário Oficial da União" de 30 de março. Entre as mudanças, Braga Netto deixou a Casa Civil de Bolsonaro para assumir o Ministério da Defesa. A posse no cargo, segundo a pasta, só ocorreu em 6 de abril. A convocação de Braga Netto foi aprovada em 31 de março – entre a nomeação no "Diário Oficial" e a posse no Ministério da Defesa. Pelo requerimento, o ministro teria que explicar a compra, feita pelas Forças Armadas, de produtos como picanha, cerveja, bacalhau, carvão e filé de salmão. Por se tratar de convocação, o ministro seria obrigado a comparecer à comissão. Inicialmente, o requerimento era destinado ao então ministro Fernando Azevedo e Silva. Em recurso encaminhado a Lira nesta segunda-feira (12), Barros argumentou que Braga Netto ainda não havia tomado posse no cargo quando o requerimento foi aprovado e que, por isso, no entendimento do líder do governo, houve “desvio de finalidade”. Segundo o líder do governo, o presidente da comissão, deputado Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ), aceitou "riscar" do requerimento o nome da autoridade a ser convocada, retirando o nome do já ex-ministro Fernando Azevedo e Silva. A decisão de Lira Na decisão desta quarta, Arthur Lira acatou os argumentos de Ricardo Barros e afirmou que "a convocação de ministro de estado tem caráter pessoal, não se podendo, portanto, aprovar requerimento de convocação sem expressamente nominar a autoridade a ser convocada". Na segunda-feira (12), a Mesa Diretora havia encaminhado o recurso ao presidente da CFFC para que ele prestasse informações no prazo de três sessões. Lira, porém, tomou a decisão sem aguardar a resposta de Aureo Ribeiro. Segundo ofício assinado pelo presidente da Câmara, "verificadas as informações trazidas pelo recorrente [Ricardo Barros], inclusive pelos documentos por ele juntados, entendo dispensáveis as informações a serem eventualmente prestadas pelo Senhor Presidente da CFFC." O deputado Elias Vaz (PSB-GO), suplente da comissão, disse que vai recorrer da decisão de Lira no Supremo Tribunal Federal (STF) e conversar com outros parlamentares da oposição em busca de apoio. “O que ele está ferindo é a Constituição, essa é uma garantia constitucional", disse. "O direito de fazer convocação de ministros é uma prerrogativa dos deputados exercendo seu papel de fiscalização."
Veja Mais

14/04 - Processo seletivo para professor bolsista está com inscrições abertas
A seleção é para cadastro reserva e refere-se à oferta de cursos nas unidades prisionais. Interessados devem preencher e encaminhar a ficha de inscrição, com a documentação por e-mail. G1/ Arquivo Nesta quarta-feira (14), a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) divulgou o edital do Processo de Seleção Pública Simplificada para professor bolsista, do Pronatec Prisional. A seleção é para cadastro reserva. Classificados no PSS da Secretaria da Saúde de Sergipe devem enviar documentos para processo de admissão Aprovados no concurso da Barra dos Coqueiros devem ser convocados em maio, diz prefeito As funções do professor bolsista são para os cursos de instalador hidráulico residencial, padeiro salgadeiro, barbeiro, serígrafo, depilador, costureiro de máquina reta e overloque, pedreiro de revestimento em argamassa e pedreiro de alvenaria. Os interessados devem preencher e encaminhar a ficha de inscrição, com a documentação para o e-mail pronatec.sepro@seduc.se.gov.br. Para ter acesso ao edital completo e à ficha de inscrição acesse aqui. Remuneração Os professores bolsistas temporários, quando convocados e firmado o Termo de Compromisso receberão remuneração a título de bolsa, sem vínculo empregatício, no valor de R$ 35,00 hora/aula para professor nível superior; e de R$ 25,00 por hora/aula para professor de nível médio com experiência comprovada na área para qual se inscreveu.
Veja Mais

14/04 - Museu de Tupã comemora 'Semana do Índio' com programação cultural online
Evento será realizado até o dia 25 de abril e tem como objetivo promover as culturas indígenas que coabitam as aldeias da região. Museu de Tupã comemora 'Semana do Índio' com programação cultural online Museu Índia Vanuíre/Divulgação O Museu Índia Vanuíre, em Tupã (SP), está com uma programação especial para comemorar a "Semana do Índio". Até o dia 25 de abril, serão realizadas várias atividades culturais de forma online, por causa da pandemia de coronavírus. De acordo com o museu, o evento visa a promoção das culturas indígenas que coabitam as aldeias Vanuíre, Icatú e Araribá, os Kaingang, Krenak, Guarani e Terena. A ideia é aproximar as culturas indígenas das não indígenas, demonstrando que o Brasil é constituído pela diversidade e que os indígenas fazem parte da sociedade. As atividades estão disponíveis nas redes sociais do museu. A programação inclui apresentações de dança, receitas tradicionais, esportes, pintura corporal e até discussões sobre a pandemia. Mais informações podem ser obtidas através do número (14) 3491-2333. Programação Oração Guarani Data: 14/04/2021 A enorme força espiritual dos Guarani se manifesta de diversas maneiras. Renan e João Vitor demonstram como fazer a oração do Pai Nosso na língua Guarani. Apresentação de dança e cântico Guarani da aldeia Teregua Data: 15/04/2021 O grupo de dança Tapê Porã Tekoa Teregua (Terra Indígena Araribá) transmite por meio de vídeo, sua dança e cântico. O vídeo mostra também depoimentos que revelam a importância dessa manifestação cultural para o seu povo. Live: O Olhar indígena da aldeia Icatu em tempos de pandemia Data: 16/04/2021 Ronaldo Iaiati, cacique da Aldeia Icatu e o professor indígena Samuel Oliveira retratam por meio de uma live os impactos e desafios vividos neste momento de pandemia e como tem sido resistir e garantir suas existências, mantendo ativas suas culturas e tradições. Apresentação cultural do povo da aldeia Kopenoti Data: 17/04/2021 O som, a dança e a união dos indígenas da aldeia Kopenoti são importantes para a transmissão do saber e fortalecimento da cultura. Por meio de vídeo, eles compartilham uma apresentação de dança e canto Guarani. Comida Tradicional Indígena Data: 18/04/2021 Elizeu compartilha o passo a passo de um peixe assado, acompanhado de mandioca assada. Alimento tradicional indígena que os Guarani Nhandewa gostam de comer. Depoimento sobre o instrumento musical Mbaraká Data: 19/04/2021 Os instrumentos musicais são muito importantes para os indígenas utilizarem em seus cânticos, danças e rezas! Apresentaremos o Guarani Elizeu, nome indígena "Awá Djerowewé", que fala a respeito da relação do instrumento Mbaraká com a espiritualidade Guarani Nhandewa. Brincadeira indígena: Corrida de maracá Data: 20/04/2021 O grupo de Krenak da Terra Indígena Vanuíre apresenta por meio de vídeo o jogo “Corrida de Maracá”, uma modalidade que é usada em jogos e gincanas indígenas. Além de proporcionar lazer e interação, promove a transmissão da cultura de geração em geração. Esporte indígena: Arremesso de lança Data: 21/04/2021 O grupo de Krenak da Terra Indígena Vanuíre apresentará, por meio de vídeo, o jogo “Arremesso de lança”. Trata-se de uma modalidade muito disputada em jogos e gincanas indígenas. Ele é dividido em equipes com 3 integrantes cada e em fases também distintas, mulheres, homens, infanto-juvenil e crianças, separados por sexo e idade, onde a equipe que jogar a lança mais longe, na somatória do grupo, vence a competição. Pintura corporal do povo da aldeia Kopenoti Data: 22/04/2021 Muitos indígenas pintam seus corpos em várias ocasiões. Para eles, essa pintura tem um significado importante que varia de povo para povo. No vídeo de hoje, um Terena da Aldeia Kopenoti, conta um pouco sobre a pintura corporal da sua região. Os indígenas não fazem parte somente do passado Data: 23/04/2021 Acompanhe o depoimento da indígena Lidiane Damaceno, Cacique da Terra Indígena Vanuíre, em que fala das ideias errôneas que os brancos têm sobre os indígenas e afirma que a cultura deles não é contrária à evolução e a tudo que é moderno. Antes e pós pandemia na aldeia Tereguá Data: 24/04/2021 Elizeu Terena, traz seu depoimento sobre o dia a dia de sua comunidade antes e pós pandemia, além de abordar as ações que realizam para preservar as referências indígenas e o seu povo. Cosmologia Guarani Nhandewa Data: 25/04/2021 Por meio de vídeo, o Guarani Nhandewa Tiago Oliveira compartilha a forma como os Guarani vêem o mundo. Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília VÍDEOS: assista às reportagens da região
Veja Mais

14/04 - STF julga recurso contra decisão de Fachin sobre Lula
Ministro anulou condenações do ex-presidente na Lava Jato. PGR recorreu. STF julga recurso contra decisão de Fachin sobre Lula Ministro anulou condenações do ex-presidente na Lava Jato. PGR recorreu. Em março, Fachin anulou todas as condenações da Lava Jato contra Lula, que voltou a ser elegível.. O ministro também extinguiu 14 processos que questionavam a conduta da Justiça Federal do Paraná.. Agora, o plenário julga recursos da PGR e da defesa de Lula.
Veja Mais

14/04 - VÍDEO: acidente com viatura da PM deixa dois policiais feridos em Arapiraca, AL
Ao passar no cruzamento, viatura foi atingida na lateral por outro carro, dirigido por condutor sem habilitação. PMs foram levados para hospital, mas já receberam alta. Colisão entre carro e viatura da PM deixa feridos em Arapiraca, AL Um acidente entre um carro e uma viatura da Polícia Militar em um cruzamento na cidade de Arapiraca, no Agreste de Alagoas, nesta quarta-feira (14), deixou dois policiais militares feridos. As imagens de circuito interno do posto de combustíveis localizado no cruzamento onde aconteceu a colisão, cedidas ao G1, mostram que o semáforo estava vermelho para o tráfego no sentido que seguia a viatura (assista acima). No vídeo, é possível ver dois motociclistas parados na pista, aguardando abrir o semáforo. Eles encostam as motocicletas na lateral da pista para passagem da viatura e, no momento que ela avança o sinal vermelho, um outro carro passa transversal, atingindo o carro da PM na lateral. Com o impacto do acidente, a frente do carro de passeio ficou destruída. O 3º Batalhão de Polícia Militar informou que o motorista do carro estava inabilitado e que o veículo estava com o prazo de licenciamento vencido. Ainda de acordo com o 3º BPM, os dois policiais que se feriram estavam a caminho de uma ocorrência na região. A viatura teve danos na lateral e também na parte da frente, porque, com o impacto da batida, acabou colidindo também contra uma placa de trânsito que estava na esquina. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) de Arapiraca foram acionados. O Samu informou que foram encaminhadas motolâncias para o atendimento às vítimas, que tiveram leves escoriações. Uma viatura da PM levou os policiais feridos para a Unidade de Emergência do Agreste (UEA), mas eles já receberam alta. Viatura foi atingida por um carro em um cruzamento em Arapiraca, AL 3ºBPM Carro que atingiu viatura da PM ficou com a parte da frente destruída, em Arapiraca, AL 3º BPM Veja os vídeos mais recentes do G1 AL Veja mais notícias da região no G1 Alagoas
Veja Mais

14/04 - Polícia recupera carga de produtos farmacêuticos em Guadalupe, na Zona Norte do Rio
Os assaltantes conseguiram fugir após confronto com os policiais. Os agentes libertaram o motorista e seu filho, que foram mantidos reféns pelos criminosos. Polícia Militar recupera carga de produtos farmacêuticos em Guadalupe, na Zona Norte do Rio Divulgação A Polícia Militar recuperou na tarde desta quarta-feira (14) uma carga de produtos farmacêuticos, de higiene e limpeza, no bairro de Guadalupe, na Zona Norte do Rio. Na ação, houve confronto entre os policiais e os assaltantes, que conseguiram fugir. A equipe do 41º BPM (Irajá) libertou sem ferimentos o motorista e seu filho, que foram mantidos reféns pelos criminosos. A ocorrência ainda estava em andamento no horário da publicação desta matéria. VÍDEOS: Os mais vistos do Rio nos últimos 7 dias
Veja Mais

14/04 - Aplicação de primeira dose de vacina contra Covid-19 é suspensa em Guarapuava
Segundo prefeitura, não há mais imunizantes disponíveis para vacinação. Último grupo a receber aplicação foi o de idosos de 66 anos. Aplicação de primeira dose de vacina contra Covid-19 em idosos é suspensa em Guarapuava Prefeitura de Jundiaí/Divulgação A Prefeitura de Guarapuava, na região central do Paraná, informou que a aplicação de primeiras doses de vacina contra a Covid-19 para idosos está suspensa na cidade a partir de quinta-feira (15). Segundo a prefeitura, não há mais vacinas disponíveis para primeira dose. O último grupo a receber a primeira aplicação, nesta quarta-feira (14), foram os idosos de 66 anos ou mais. Na quinta, Guarapuava terá campanha de imunização apenas para idosos receberem a segunda aplicação do imunizante. CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias ACOMPANHE: Média móvel de mortes e casos no estado VACINAÇÃO NO PARANÁ: Veja perguntas e respostas De acordo com a prefeitura, o calendário será retomado assim que um novo lote de vacinas chegue à cidade. Governo do Paraná espera receber mais de 360 mil doses de vacina contra Covid-19 até sexta-feira (16) Até esta terça-feira (13), 17.506 pessoas haviam sido vacinadas contra a Covid-19 no município, sendo 13.158 idosos e 4.348 profissionais de saúde, conforme balanço da prefeitura. Veja mais notícias da região em G1 Campos Gerais e Sul.
Veja Mais

14/04 - Pará cadastra estudantes para acesso à meia-passagem intermunicipal
Confira a documentação necessária e como proceder para ter acesso ao Interpass. Pará cadastra estudantes para acesso à meia-passagem intermunicipal (Interpass) Divulgação/Agência Pará No Pará, segue até dia 18 de maio o período de cadastramento da 1ª via da carteirinha de meia-passagem estudantil, Interpass. Os alunos matriculados nas instituições de ensino das cidades de Belém, Ananindeua e Marituba interessados em se cadastrar para o benefício do Interpass, devem se dirigir ao escritório da Comissão Gestora Tripartite da Meia-Passagem Intermunicipal (Cogmep) após agendarem data e horário para atendimento presencial. Já os estudantes matriculados nos demais municípios do Pará deverão entregar a documentação nas suas respectivas instituições, que ficarão responsáveis por enviá-los à Cogmep para dar andamento ao processo de cadastro para a emissão da meia-passagem estudantil, o Interpass. A diretora de Controle Tarifário e Financeiro da Arcon-PA, Denise Pimenta esclarece que o aluno deve entrar em contato com a Cogmep para fazer o seu cadastramento e entregar os documentos. “O cadastro será feito de forma presencial, respeitando todas as medidas de segurança por causa da pandemia. Mas o aluno precisa agendar um horário junto à Cogmep, para fazer a entrega dos documentos”, informa Denise. Documentação necessária Para fazer o cadastro para a meia-passagem estudantil, o aluno precisa apresentar duas fotos 3x4, declaração ou atestado de matrícula, original e cópia do comprovante de residência atualizado (contas de água, energia ou telefone), carteira de identidade (RG) e Cadastro de Pessoa Física (CPF). Os universitários da rede privada de ensino também devem apresentar comprovação de renda, própria ou do responsável, de até dois salários mínimos (alunos do ProUni não é necessária a comprovação de renda, basta apresentar cópia da declaração de matrícula na instituição de ensino). Serviço O horário de atendimento para cadastro de novos alunos será de 9h às 15h, O escritório da Cogmep fica no 1º andar do Terminal Rodoviário de São Brás - sala 115,). Informações e contato para agendamento devem ser feitas pelo telefone: (91) 3246-7820 ou (91) 98237-1261, ou pelo e-mail: arconcogmep@arcon.pa.gov.br.
Veja Mais

14/04 - Vigilância Epidemiológica confirma mais nove mortes por Covid-19 em Presidente Prudente e total de óbitos vai a 476
Boletim de casos de Covid-19 em Presidente Prudente, em 14 de abril Reprodução Presidente Prudente registrou nesta quarta-feira (14) mais nove mortes causadas pela Covid-19. Agora, a cidade possui 476 óbitos pela doença. A Vigilância Epidemiológica Municipal (VEM) recebeu mais 185 resultados positivos e as confirmações subiram para 19.411. A VEM também recebeu mais 128 resultados negativos. O boletim oficial, atualizado às 17h04, aponta que 169 moradores estão hospitalizados. Presidente Prudente tem 61.890 notificações de Covid-19, sendo que 40.552 já foram descartadas. Além disso, 125 exames aguardam resultados por parte dos laboratórios e 1.927 esperam encerramento de fichas no sistema. VÍDEOS: Tudo sobre a região de Presidente Prudente Initial plugin text Veja mais notícias em G1 Presidente Prudente e Região.
Veja Mais

14/04 - Professor de japonês desaparecido em Petrópolis, RJ, é encontrado em Niterói
Victor França Cazumba Inocêncio, de 24 anos, foi visto pela última vez na manhã de segunda-feira (12), no centro de Petrópolis, e foi encontrado na tarde desta quarta-feira (14) na rodoviária de Niterói. Victor França Cazumba Inocêncio, de 24 anos, foi visto pela última vez na manhã desta segunda-feira (12) no centro de Petrópolis, no RJ Reprodução A Polícia Civil de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, encontrou, na tarde desta quarta-feira (14), o professor de japonês Victor França Cazumba Inocêncio, de 24 anos, que havia desaparecido na manhã da última segunda-feira (12). De acordo com a polícia, Victor estava na rodoviária de Niterói, na Região Metropolitana do Rio. Ainda de acordo com a polícia, não havia sinal de que Victor tenha sofrido algum crime ou violência. Ele estava com a mesma roupa que sumiu e com todos os pertences. Em depoimento, o professor disse a polícia que saiu de casa porque "queria dar um tempo", já que estava muito estressado por causa da pandemia. Ainda em depoimento, Victor disse que pegou um transporte por aplicativo na rodoviária de Petrópolis e foi para a rodoviária Novo Rio, na capital. De lá, o jovem entrou em um ônibus para Arraial do Cabo, na Região dos Lagos, mas pegou no sono e pediu para descer em São Pedro da Aldeia, também na Região dos Lagos. Ainda segundo depoimento, ele ficou sem dinheiro e resolveu ir de São Pedro da Aldeia para Niterói. O professor de japonês Victor França tinha sido visto pela última vez na Rua Paulo Barbosa, no centro de Petrópolis, na manhã de segunda-feira. Ele foi para a casa do pai e saiu de lá ainda de manhã. Segundo a família, o professor deveria ir ao trabalho, que fica no Shopping Dom Pedro II, mas não chegou ao local. Victor mora com a mãe, Noélia França, na Rua da Imperatriz, também no centro da cidade. Noélia percebeu que alguma coisa poderia ter acontecido quando Victor não chegou na hora que costuma ir para casa para almoçar. Foi quando ela ligou para a escola onde o filho trabalha e descobriu que ele não tinha aparecido. Ela então acionou a polícia, que chegou a divulgar um cartaz nas redes sociais nesta terça-feira (13) pedindo ajuda da população com informações que pudessem levar ao paradeiro do jovem. De acordo com a Polícia Civil de Petrópolis, os agentes conseguiram chegar até Victor após ter acesso à informação de que ele tinha saído da cidade por meio de um transporte por aplicativo. Vídeos: RJ1 Inter TV
Veja Mais

14/04 - Com baixo índice de vacinação contra Covid, Saúde faz mutirão em cidades no interior do Acre
Rio Branco e Cruzeiro do Sul estão com aplicação da primeira dose suspensa. Mutirão começou por Acrelândia. Acrelândia foi a primeira a receber o mutirão de vacinação Asscom/Acrelândia O Acre recebeu 174.790 vacinas contra a Covid-19 até essa terça (13) e, mesmo assim, aparece entre os estados com menor índice de vacinação. Ao todo, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), foram aplicadas 97.230 doses, sendo 78.986 referentes à primeira dose e 18.244 da segunda dose. Aplicação da 1ª dose da Covid está suspensa em 3 capitais por falta de imunizante Para tentar avançar na cobertura vacinal contra Covid-19, o estado juntamente com todos os municípios iniciou, nesta quarta-feira (14) um mutirão. A primeira cidade a receber a equipe foi Acrelândia, a expectativa da Sesacre é aplicar 400 doses de vacinas contra a Covid-19 no município. A campanha ocorre na forma de busca ativa nas casas e serão oferecidas vacinas de rotina, influenza e Covid-19, sendo que a de Covid é apenas para idosos acima de 60 anos. O baixo índice de vacinação não reflete um cenário real no Acre, segundo a diretora do Departamento Estadual de Imunização, Renata Quilles, que diz que o atraso na digitalização dos dados acaba deixando esse índice defasado. “O Ministério da Saúde se baseia em sistema, relatórios de sistemas e uma das grandes dificuldades para o estado do Acre tem sido justamente inserir as informações no sistema. Sabemos que cada município tem uma internet diferente, uma dificuldade em acessibilidade e as mesmas equipes que vão a campo vacinar, no retorno de suas atividades, ainda tem que ficar fazendo turno extra para digitalização das informações. Sabemos que zona rural, ribeirinha e indígena são vários dias dentro dessas áreas, temos áreas indígenas que demoram pelo menos 15 dias para que a equipe faça essa ação e no retorno ainda leva dias para colocar no sistema toda produção”, justifica. Renata diz ainda que o único estoque no Acre são de 9.690 doses destinadas para a vacinação de comunidades indígenas que têm recusado a vacina. Ela negou ainda que a ação seja uma interferência do Estado, mas garantiu que é uma espécie de força-tarefa para ajudar na imunização. “Nossa visita sempre acontece com o aval do secretário de saúde. Em nenhum momento o Estado está fazendo um processo de intervenção no município. Nós só faremos esse apoio ao município que nos quer lá”, finaliza. Apesar do mutirão, as cidades de Rio Branco e Cruzeiro do Sul não estão aplicando a primeira dose da vacina contra Covid porque não tem doses suficientes. Deficit Mais de 6 mil pessoas ainda não tomaram a segunda dose da vacina contra a Covid-19 no Acre. O dado é de um levantamento do Ministério da Saúde publicado nessa terça-feira (13). Em todo país, cerca de 1,5 milhão de pessoas estão aptas a tomar a última dose da imunização e devem comparecer às unidades de saúde. No Acre, 6.191 pessoas devem tomar a segunda dose da CoronaVac, vacina produzida e distribuída pelo Instituto Butantan. O intervalo ideal é de 28 dias entre as doses da CoronaVac. Um estudo do Butantan mostrou que a eficácia da vacina foi de 62% com intervalo de 21 a 28 dias, contra 50% com intervalo de até 21 dias. Já estudos clínicos da Oxford/AstraZeneca apontaram uma eficácia de 82,4% com a segunda dose, em um intervalo de três meses após a primeira dose. Imunização incompleta Ao G1, o infectologista Alan Areal explicou que a segunda dose da vacina é a mais importante. Segundo ele, muitas pessoas estão esquecendo de olhar a carteira e checar a data de retorno para concluir a imunização. “Tem que tomar porque, na verdade, ela que confere a imunidade. As vacinas ainda estão em fase de estudo, mas o grande prejuízo é esse; é você tomar a primeira dose e deixar de tomar a segunda. Estamos vendo que no Brasil afora e aqui no Acre as pessoas não estão voltando para tomar” frisou. O profissional destacou que sem a segunda dose a imunização fica incompleta. Ele aconselhou que as pessoas fiquem atentas e levem a sério o processo de vacinação. “Não é falta da segunda dose, temos a vacina, é porque as pessoas não estão voltando para tomar. Isso precisa ser reforçado, que as pessoas levem a sério isso”, concluiu. Especialista alertou para improtância de tomar as duas doses da vacina contra a Covid-19 Diego Gurgel/Secom Vacinação no Acre Em Rio Branco, capital do Acre, a vacinação ocorre no drive-thru e em cinco unidades de saúde apenas para a aplicação da segunda dose. Por falta de doses, a Saúde Municipal suspendeu a aplicação da primeira doses em pessoas de 61 anos ou mais na terça-feira (13). Essa é a quarta vez que o processo é suspenso por falta de doses. O secretário municipal de saúde, Frank Lima, afirmou que aguarda uma nova remessa de imunizante do Ministério da Saúde para retomar a vacinação. Ainda segundo o governo federal, mesmo que tenha passado o prazo da aplicação da 2ª dose do imunizante, que é descrito na carteira de vacinação, o idoso deve procurar uma unidade de saúde e finalizar o processo de imunização contra a doença. O Acre já recebeu 12º lotes de imunizantes contra a Covid-19. O último lote chegou no último dia 9 com 11.250 doses de vacinas, sendo 5 mil são da Coronavac, desenvolvida e distribuída pelo Instituto Butantan, e 6.250 são da Oxford-AstraZeneca. Na terça (13), dados do boletim diário divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) mostou que o Acre confirmou nas últimas 24 horas mais 14 mortes, assim, o número de vítimas fatais pela doença subiu para 1.367. Em relação ao número de casos novos, foram 394. Os registros saltaram de 73.613 para 74.007. Colaborou Andryo Amaral, da Rede Amazônica Acre. Reveja os telejornais do Acre
Veja Mais

14/04 - Número de casos de Covid-19 no Paraná chega a 887.549, com 19.594 mortes, diz boletim
Nesta quarta-feira (14), relatório da Sesa apontou aumento de 2.354 diagnósticos e de 192 óbitos no estado; ocupação de UTIs Covid-19 para adultos na rede pública é de 94%. Sesa divulgou boletim com número de casos e mortes por Covid-19 no Paraná Fusion Medical Animation no Unsplash/Divulgação O boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), nesta quarta-feira (14), aponta que o número de casos confirmados de Covid-19 chegou a 887.549 no Paraná. Com 192 novos óbitos, na comparação com os dados do dia anterior, o total de mortes no estado é de 19.594, conforme a secretaria. Houve aumento de 2.354 casos da doença. A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para adultos com Covid-19, na rede pública de saúde, é de 94%, nesta quarta-feira. CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias ACOMPANHE: Média móvel de mortes e casos no estado VACINAÇÃO NO PARANÁ: Veja perguntas e respostas Desde o início da pandemia, o Paraná recebeu 2.495.350 doses das vacinas contra a doença, pelo Plano Nacional de Imunização (PNI). Até a publicação do boletim da Sesa, 1.340.795 pessoas no estado foram vacinadas, sendo que 375.027 delas receberam a segunda dose dos imunizantes. Esta reportagem está em atualização. Assista aos vídeos mais acessados do G1 PR Veja mais notícias da região em G1 Paraná.
Veja Mais

14/04 - Goiás registra 145 mortes e 3.196 casos positivos de coronavírus em 24h, diz governo
Ao todo, estado tem 516.692 pessoas contaminadas e 13.208 mortes desde o início da pandemia. Os jovens e adultos respondem pela maioria dos contaminados no estado. O novo vírus faz parte da família dos coronavírus, que inclui Sars e Mers Getty Images/BBC Goiás registrou 145 mortes e 3.196 casos positivos de coronavírus em 24h, segundo o boletim do governo estadual divulgado nesta quarta-feira (14). Ao todo, a doença já contaminou 516.692 moradores, sendo 13.208 óbitos. Em relação à faixa etária das mortes, os idosos respondem pela maioria dos registros: 70 a 79 anos: 3.281 60 a 69 anos: 3.175 Mais de 80 anos: 2.902 Em relação à faixa etária dos contaminados, os adultos e jovens respondem pela maioria das internações: 30 a 39 anos: 120.129 20 a 29 anos: 104.010 40 a 49 anos: 99.608 Ocupação dos hospitais A rede hospitalar estadual está com 93% dos 570 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocupados. Já 66% das 740 vagas de enfermaria disponibilizadas para pacientes com Covid-19 estão com pacientes. Em Goiânia, das 311 vagas de UTI, 84% estão em uso. O índice na enfermaria, que tem 218 leitos, é de 83%. O Complexo Regulador Estadual, que administra os pedidos de vaga, está com 78 pacientes na fila de espera por uma UTI e 94 aguardam um leito de enfermaria. Veja o total de mortes e casos de Covid-19 em cada cidade de Goiás Variante brasileira mais contagiosa é encontrada em 17 municípios goianos Vacinação O estado já recebeu 1.370.130 doses de vacinas contra a Covid-19, sendo 1.110.680 da CoronaVac e 259.450 da AstraZeneca. O levantamento realizado pela SES apurou ainda que, referente à primeira dose, foram aplicadas 668.544 doses. Do total, 197.157 pessoas já receberam o reforço. Coronavírus: perguntas mais comuns sobre as vacinas contra Covid-19 Evolução dos casos Casos confirmados: O governo estadual registrou os três primeiros casos de Covid-19 em 12 de março; Em 6 de maio, Goiás ultrapassou 1 mil casos confirmados e atingiu 45 mortes; Em 15 de junho, o estado contabilizou 10 mil casos de coronavírus e 226 mortes; Em 14 de agosto, o estado ultrapassou 100 mil casos confirmados da doença; Goiás ultrapassa 150 mil casos em 9 de setembro; Em 18 de dezembro, o número dobrou, ultrapassando 300 mil casos; A Secretaria de Saúde informou no dia 30 de janeiro que foram registrados 350 mil casos; Goiás registrou recorde de casos em um dia em 24 de março, com 5.409 novos infectados; Em 7 de abril, o estado passou de 500 mil contaminados pelo vírus. Mortes confirmadas: A primeira morte por coronavírus registrada em Goiás foi em 26 de março; A marca de 1 mil mortes foi registrada em 16 de julho, dois meses após o início da pandemia em Goiás; A marca de 3 mil mortos foi atingida em 28 de agosto; Em 7 de outubro, Goiás ultrapassou as 5 mil mortes pela doença; Goiás chegou a 8 mil mortes em 15 de fevereiro de 2021; O estado registrou 50% mais mortes em fevereiro em relação a janeiro de 2021; O recorde de mortes em 24 horas foi de 267, registrado em 10 de março. Em 18 de março, Goiás atingiu 10 mil mortes pela doença; A doença avançou sobre a população e provocou 12 mil mortes em 7 de abril. Veja outras notícias da região no G1 Goiás. VÍDEOS: coronavírus em Goiás o
Veja Mais

14/04 - 'Cronos': operação de combate ao tráfico de drogas prende quatro suspeitos em Cláudio
Segundo a Polícia Civil, oito mandados de prisão foram cumpridos e uma prisão em flagrante foi realizada nesta quarta-feira (14). Outras quatro pessoas referentes aos mandados cumpridos já estão presas. Veja o que foi apreendido. Operação Cronos foi realizada nesta quarta Polícia Civil/Divulgação A Operação "Cronos" de combate ao tráfico de drogas, realizada em Cláudio nesta quarta-feira (14), terminou com prisão de dois jovens de 22 e 26 anos e dois homens de 30 e 33 anos - todos com passagens policiais. Segundo a Polícia Civil, oito mandados de prisão foram cumpridos e uma prisão em flagrante por desacato foi feita. De acordo com informações do delegado da Polícia Civil, Matheus Luiz de Faria, quatro pessoas referentes aos mandados já estão presas. Com a conclusão do processo elas poderão ter o agravamento da pena e assim permanecerem no sistema prisional. Os demais foram detidos em casa, um deles em Divinópolis. Desarticulação do tráfico O delegado enfatizou que o objetivo da ação é desarticular o tráfico de drogas no município. “A atuação criminosa consistia na manutenção de pontos de tráfico de drogas, além da própria comercialização dos entorpecentes entre os investigados e terceiros”, disse Matheus Luiz ao explicar que as investigações foram iniciadas há quatro meses. Sobre a prisão em flagrante por desacato, se trata de uma pessoa do sexo feminino, que não teve a idade informada. Ela foi conduzida à delegacia e liberada em seguida. Apreensões Não houve apreensão de drogas durante a ação. Foram apreendidos celulares e mídias digitais que irão subsidiar as investigações que seguem em curso. Os materiais apreendidos vão auxiliar a polícia a descobrir qual a rota do tráfico que abastece o município de Cláudio. Operação Foram empenhados como apoio à operação, policiais da delegacia de Divinópolis, Carmo do Cajuru e Itaúna, além de um suporte aéreo da Polícia Civil. Ao todo, 28 policiais participaram em oito viaturas. Os presos foram levados para o presídio de Bom Despacho, onde vão cumprir período de quarentena até serem redirecionados para presídios da região. Vídeos: veja tudo sobre o Centro-Oeste de Minas:
Veja Mais

14/04 - Ribeirão Preto registra 281 novos casos de Covid-19 e 10 mortes; UTIs têm 92,6% de ocupação
Cidade soma 66.404 moradores infectados e 1.705 óbitos desde o início da epidemia. UTIs têm 291 internados em tratamento. Profissionais de saúde atendem em área UTI destinada a pacientes com Covid-19 em hospital de Ribeirão Preto, SP Reprodução/EPTV A Secretaria de Saúde de Ribeirão Preto (SP) registrou 281 novos casos de Covid-19, segundo dados informados no boletim epidemiológico desta quarta-feira (14). O total de infectados subiu para 66.404 desde o início da epidemia. Outras 238 pessoas testaram negativo para o novo coronavírus, elevando para 79.111 o número de suspeitas descartadas. A cidade chegou aos 1.705 óbitos, com o registro de 10 novas vítimas. Uma das mortes ocorreu no dia 29 de março e as demais entre 8 e 13 de abril. Segundo o balanço, morreram 3 mulheres e 7 homens. O paciente mais jovem tinha 40 anos e o mais velho, 97, ambos com comorbidades. Todos estavam internados. Balanço da epidemia Total de casos: 66.404 Casos confirmados em 2021: 24.456 Total de mortes: 1.705 Mortes registradas em 2021: 662 Total de suspeitas descartadas: 79.111 Suspeitas descartadas em 2021: 25.291 Situação nos hospitais Dados da plataforma leitoscovid.org, que monitora as internações em tempo real, mostram que dos 314 leitos de terapia intensiva (UTI), 291 estão ocupados -- três a menos que no dia anterior. A taxa geral passou de 93,6% para 92,6%. Nas enfermarias houve uma alta -- são 281 pessoas em tratamento (27 a mais que na terça-feira ) em 390 vagas, o que representa uma ocupação que subiu de 65,6% para 72%. Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca VÍDEOS: Tudo sobre Ribeirão Preto, Franca e região -
Veja Mais

14/04 - Coronavírus no Paraná: Veja as notícias sobre a pandemia no estado
Acompanhe em tempo real a atualização das informações da pandemia no estado. Coronavírus no Paraná: Veja as notícias sobre a pandemia no estado Acompanhe em tempo real a atualização das informações da pandemia no estado. Veja a playlist com os vídeos exibidos nos telejornais da RPC. Confira a média móvel de mortes e casos de Covid-19 no estado do Paraná
Veja Mais

14/04 - Assembleia de MG reconhece ou prorroga estado de calamidade pública em sete cidades do Triângulo e Alto Paranaíba
Medida é válida até 30 de junho; iniciativa flexibiliza o disposto na Lei de Responsabilidade Fiscal e prefeituras estão dispensadas de atingir os resultados fiscais. Reunião na ALMG foi feita remotamente nesta quarta-feira (14) ALMG/Divulgação A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou, na manhã desta quarta-feira (14), o início ou a prorrogação do estado de calamidade pública em sete cidades do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, por causa da pandemia da Covid-19. A medida é válida até 30 de junho. Municípios com a situação de calamidade reconhecida: Araporã, Fronteira e Prata. Municípios com a situação de calamidade prorrogada: Campo Florido, Campos Altos, Patos de Minas e Uberaba. De autoria da Mesa da Assembleia, o Projeto de Resolução (PRE) 119/21 foi aprovado em turno único pelos parlamentares em uma reunião realizada remotamente. Ao todo, a matéria reconheceu o início do estado de calamidade em 25 municípios mineiros e prorrogou a situação em 43 cidades. Além disso, o PRE 119/21 foi aprovado em redação final. O relator do projeto, deputado Cássio Soares (PSD) destacou que a iniciativa flexibiliza o disposto na Lei de Responsabilidade Fiscal. Dessa forma, enquanto perdurar a situação de calamidade, ficam suspensas a contagem dos prazos e as disposições referentes a despesas com pessoal e à dívida consolidada. Ainda conforme a matéria, as prefeituras estão dispensadas de atingir os resultados fiscais. Já o deputado Carlos Pimenta (PDT) recomendou aos prefeitos que usem de maneira cuidadosa os recursos no combate à Covid-19 e lembrou que posteriormente eles terão que prestar contas. Nos últimos meses, o G1 mostrou que a ALMG prorrogou o estado de calamidade por causa da doença no Estado e em outras cidades das regiões. Leia também: Assembleia prorroga estado de calamidade em BH e mais 98 municípios mineiros; veja quais ALMG aprova estado de calamidade pública por causa do coronavírus em Juiz de Fora ALMG reconhece estado de calamidade pública por causa do coronavírus em seis cidades da Zona da Mata e Vertentes VÍDEOS: veja tudo sobre a Zona da Mata e Campo das Vertentes
Veja Mais

14/04 - Isenção de IPVA a motoristas de app e veículos de restaurantes e empresas de eventos e turismo é aprovada em MT
De acordo com o governo, a medida vai beneficiar 547,9 mil contribuintes afetados pela pandemia da Covid-19. Motoristas de aplicativo estão isentos de pagarem IPVA Getty Images/BBC Os deputados aprovaram nesta quarta-feira (14) o projeto de lei de autoria do governo do estado que isenta do pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) proprietários de motocicletas com até 160 cilindradas, motoristas de aplicativos e donos de frota dos setores de bares, restaurantes, turismo e eventos. De acordo com o governo, a medida vai beneficiar 547,9 mil contribuintes afetados pela pandemia da Covid-19. A isenção do IPVA alcançará renúncia fiscal no valor de R$ 36,1 milhões aos cofres do estado. O governo estudava a medida há 15 dias. Governador Mauro Mendes fala em reunião sobre projeto de isenção de IPVA Secom/MT De acordo com o secretário de Fazenda Rogério Gallo, a quantidade de veículos beneficiados será de 628 mil, pois vai impactar na frota de veículos dos setores de bares, restaurantes, hotéis, transporte escolar, empresas de turismo, casas de festas, proprietários de motocicletas até 160 cilindradas e motoristas de transporte por aplicativos. Saiba quem terá direito à isenção do IPVA: Bares, restaurantes, setor de eventos Hotéis ou similares Motocicleta com potência de até 160 cilindradas cúbicas; Motocicleta com potência acima de 160 (cento e sessenta) até 300 (trezentas) cilindradas cúbicas; Automóvel de passeio, cujo valor médio de mercado seja igual ou inferior a R$ 100 mil Automóvel de carga ou misto; Veículo terrestre de carga ou misto, jipe, picape e camioneta com cabine fechada ou dupla. Motorista de aplicativos Automóvel de passeio, cujo valor médio de mercado seja igual ou inferior a R$ 100 mil Setor de Transporte de Turismo e Escolar Empresas que utilizem veículos: para o transporte de fretamento turístico e contínuo e para o transporte escolar Pessoas físicas e microempresários individuais (autônomos) pequenas empresas do simples nacional O veículo deve estar autorizado a circular pelos órgãos competentes; estar na posse ou propriedade da empresa de transporte de fretamento turístico e contínuo, ainda que em nome de sócios e estar na posse ou propriedade de empresa de transporte escolar, ainda que em nome de sócios.
Veja Mais

14/04 - Mais de 100 detentos são transferidos da CPP de Palmas para Unidade de Segurança Máxima
Governo disse que mudança ocorreu para que sejam realizadas obras na unidade da capital. Seciju não informou por quanto tempo os detentos permanecerão no presídio de Cariri do Tocantins. Casa de Prisão Provisória de Palmas Reprodução/TV Anhanguera Mais de 100 detentos que cumpriam pena na Casa de Prisão Provisória (CPP) de Palmas foram transferidos nesta terça-feira (14) para a Unidade de Segurança Máxima de Cariri do Tocantins. De acordo com a Secretaria Estadual de Cidadania e Justiça (Seciju), que administra os presídios, a realocação foi realizada para que sejam feitas "adequações, reformas e ampliação no número de vagas". Os detentos transferidos ocupavam o pavilhão A. Para realizar a transferência, o governo contou com forte esquema de segurança. As equipes de policiais utilizaram dezenas de veículos. A Seciju informou que após as obras previstas para a CPP serem concluídas, os presos retornarão à unidade de Palmas. Nenhum prazo foi informado. Esta foi a segunda grande transferência realizada em menos de um mês. No dia 31 de março outro grupo da CPP foi levado ao presídio Barra da Grota, em Araguaína. Na época, veículos do sistema prisional, da Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Federal e de outras forças de segurança foram vistos no entorno da unidade. A primeira realocação ocorreu dias após um conflito dentro da CPP. O confronto terminou com dois presos mortos e um ferido. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
Veja Mais

14/04 - Vaca dá à luz a gêmeos de sexos opostos em chácara de Campestre de Goiás
Produtor rural Joseni Antônio Bispo disse que o nascimento aconteceu por fecundação normal. Segundo veterinário ouvido pelo G1, esse tipo de reprodução, de forma natural, é raro. Goiás registra caso raro de nascimento de bezerros gêmeos de sexo oposto Uma vaca deu à luz a gêmeos de sexo opostos em uma chácara em Campestre de Goiás, na região sul do estado. O produtor rural Joseni Antônio Bispo disse que o nascimento aconteceu por fecundação normal. Segundo um veterinário ouvido pelo G1, o nascimento de bezerros gêmeos de sexos diferentes de forma natural é raro. “Eu coloquei a vaca no piquete, porque ela estava perto de parir, para eu ficar de olho nela. Quando foi mais tarde, eu fui olhar ela e quando eu cheguei, ela estava lambendo um bezerro. Quando eu olho para o outro lado e tinha outro, era um pretinho e um branco", lembrou Joseni. "Eu falei: ‘Uai, essa vaca pariu dois?’. Eu comecei a rir e agradecer a Deus. Bom demais”, disse o produtor rural. Segundo o produtor rural, o nascimento dos bezerros aconteceu na última terça-feira (13). Antes, a vaca, que é considerada mestiça, por ter origem de cruzamentos, já tinha tido uma outra cria, mas foi a primeira vez que ela teve um parto de gêmeos. Os bezerros recém-nascidos receberam o nome de Duque e Duquesa. A mãe deles é chamada de Boneca. Vaca dá à luz gêmeos de sexos opostos em chácara de Campestre de Goiás Reprodução/TV Anhanguera Caso raro Segundo o veterinário Pedro Antônio Rodrigues, em casos de reprodução natural, como foi o caso da vaca Boneca, é raro que nasçam bezerros gêmeos de sexos opostos. “Se [o acasalamento] foi pelo método natural, é raro mesmo. Agora, se foi utilizado alguma técnica de reprodução, como a utilização de hormônios reprodutivos, já é normal haver uma superovulação”, explicou. O veterinário explica ainda que, sobre os bezerros terem sexos opostos, também é raro que a fêmea seja fértil. “A questão do sexo oposto, é raro que a fêmea seja fértil. Normalmente, os hormônios masculinos do ‘irmão’ fazem com que ela se torne estéril. Esse fenômeno é chamado de freemartismo, ou freemantin”, explicou. Veja outras notícias da região no G1 Goiás. VÍDEOS: últimas notícias de Goiás
Veja Mais

14/04 - Sindicato estima 118 presos sob custódia em delegacias no RS; secretaria alega quarentena
Secretaria da Administração Penitenciária diz que 279 prisões no último fim de semana causaram gargalo no fluxo de ingresso ao sistema penitenciário. Ugeirm diz que prática é ilegal. Presos aguardam dentro de viaturas na frente do Palácio da Polícia, em Porto Alegre. Ugeirm/Divulgação O Sindicato dos Agentes de Polícia do Rio Grande do Sul (Ugeirm) estima que, nesta quarta-feira (14), 118 presos estavam sob custódia em delegacias e batalhões do estado. O motivo, segundo a Secretaria da Administração Penitenciária (Seapen), é que os detentos precisam passar por uma triagem e fazer quarentena antes de ingressarem no sistema penitenciário. Conforme a Seapen, nas últimas semanas houve um aumento e concentração de prisões que causaram esse gargalo. Entre sexta e domingo, conforme a secretaria, foram encaminhados 279 presos aos sistema, cerca de 93 por dia, média superior ao que foi verificado em 2020. "Além da estrutural e também histórica falta de vagas, situação que só terá solução definitiva para a Região Metropolitana com a inauguração do NUGESP [Núcleo de Gestão Estratégica do Sistema Prisional], a pandemia e os protocolos normatizados pelo governo exigiram da Seapen a edição de um plano de contingência com criação de áreas de pré-triagem e triagem, dinâmica que, objetivamente, gera um necessário gargalo e atraso de duas semanas nas portas de entrada metropolitanas para cumprimento da quarentena de todos os presos", explica, em nota, a pasta. A Seapen explica que o processo de pré-triagem e triagem é necessário para analisar o perfil do detento e determinar para onde será encaminhado. Ele também cumpre o período de quarentena de 14 dias, faz um teste para a Covid-19 e, se der negativo, ele é transferido para as galerias. No entanto, segundo a Ugeirm, isto deve ocorrer dentro dos presídios e não em locais da Polícia Civil ou da Brigada Militar. Até a manhã desta quarta, mais de uma centena de detentos estava em delegacias da Capital e de outras cidades da Região Metropolitana e do Litoral Norte com escolta da BM — número que pode variar conforme a liberação de vagas. "É proibido ter preso em delegacia. É só pelo período da elaboração da prisão em flagrante ou da identificação quando for um foragido. De resto, é com o sistema penitenciário. Essa triagem tem que ser feita dentro do sistema penitenciário, não da Polícia Civil", diz o vice-presidente do sindicato Fábio Nunes Castro. Ele afirma que os detentos estão amontoados, sem máscaras nem distanciamento mínimo. O sindicato pleiteia junto à Justiça a imposição de multa diária ao governo por dia em que os presos são mantidos fora do sistema penitenciário, pois considera que estão descumprindo uma decisão judicial de 11 de março, do juiz José Antonio Coitinho, segundo a qual todos os presos custodiados deveriam ser retirados das delegacias. "O governo está violando a lei quando mantém presos numa situação degradante, sem as menores condições. Já tem decisões anteriores. A situação perdura há seis anos", afirma. Segundo a Seapen, durante a tarde desta quarta foram encaminhados 36 presos ao sistema prisional, sendo 15 da 2ª DPPA de Porto Alegre. "Estamos trabalhando incansavelmente, em articulação com a Polícia Civil e Brigada Militar, e em diálogo permanente com o sistema de justiça penal para normalizar a situação o mais breve possível, com ações pontuais que estão e serão construídas com os demais atores do ciclo de segurança pública que, em breve, poderemos informar", informa a Seapen. Leia a nota da Seapen Ao longo de um ano de pandemia, a situação - problema histórico que reconhecemos - se manteve sob controle, tanto com a normalidade do fluxo de prisões e encaminhamentos sem represamento de presos em DPs e\ou viaturas, como em relação ao controle e mitigação dos efeitos da COVID no sistema prisional. Além da estrutural e também histórica falta de vagas, situação que só terá solução definitiva para a região metropolitana com a inauguração do NUGESP (processo em tramitação, como é do conhecimento de todos), a pandemia e os protocolos normatizados pelo Governo exigiu da Seapen a edição de um plano de contingência com criação de áreas de pré-triagem e triagem, dinâmica que, objetivamente, gera um necessário gargalo e atraso de duas semanas nas portas de entrada (CTs) metropolitanas para cumprimento da quarentena de todos os presos. Nestas últimas semanas, fruto da eficiência de nossas forças policiais e da realização de operações ordinárias e extraordinárias, em especial no âmbito do RS Seguro, tivemos momentos de aumento e concentração de prisões, gerando, em consequência, momentos como o que enfrentamos no último final de semana quando, entre sexta e domingo, foram encaminhados 279 presos aos sistema, média de 93 ao dia, muito superior à média móvel de 2020. Estamos trabalhando incansavelmente, em articulação com a Polícia Civil e Brigada militar e em diálogo permanente com o sistema de justiça penal para normalizar a situação o mais breve possível, com ações pontuais que estão e serão construídas com os demais atores do ciclo de segurança pública que, em breve, poderemos informar. Vídeos: RBS Notícias Initial plugin text
Veja Mais

14/04 - ES chega a 8.412 mortes e 409.315 casos confirmados de Covid-19
Na comparação com os dados divulgados nesta terça-feira (13), o aumento é de 102 mortes e 2.374 novos casos da doença. O Espírito Santo registrou, até esta quarta-feira (14), 8.412 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 409.315. O índice de letalidade da doença no estado é de 2%. Os dados foram divulgados na plataforma Painel Covid-19, do governo do estado. Na comparação com os dados divulgados nesta terça (13), o aumento é de 102 mortes e 2.374 novos casos da doença. Mortes e casos de Covid-19 nas cidades do ES Até o momento, 379.771 pessoas estão curadas. As novas confirmações não significam, necessariamente, que as mortes e casos aconteceram de um dia para o outro, mas que foram contabilizadas no sistema neste período. Vale ressaltar que a confirmação de casos é lançada no sistema utilizado pelo Governo do ES no dia referente à coleta da amostra do paciente, enquanto a divulgação para o público externo ocorre apenas no dia que sai o resultado positivo para a doença. O sistema usado pelo Espírito Santo para atualizar os números também contabiliza pacientes residentes em outros estados que fizeram a testagem em cidades capixabas. Leitos Em todo o Espírito Santo, a taxa de ocupação dos leitos de UTI destinados a pacientes com Covid-19 está em 93,80%. Brasil deve registrar cem mil mortes por Covid-19 em abril VÍDEOS: tudo sobre o Espírito Santo Initial plugin text Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo
Veja Mais

14/04 - Itapeva aplica 1ª dose da vacina contra a Covid-19 em idosos a partir de 67 anos
Vacinação é realizada em postos de saúde, das 17h às 20h. Será dada continuidade à vacinação contra a Covid-19 em Itapeva (SP) nos idosos a partir de 67 anos nesta quarta-feira (14). De acordo com a prefeitura, a vacinação acontece em quatro postos de saúde para aplicação da 1ª dose, das 17h às 20h. Confira os locais: CSI; Vila Aparecida; Parque São Jorge; Jardim Maringá; VÍDEOS: assista às reportagens da TV TEM Veja mais notícias no G1 Itapetininga e Região
Veja Mais

14/04 - Reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 termina sem definição sobre reabertura do comércio em Belo Horizonte
Especialistas do grupo avaliam 'as perspectivas de suprimento de insumos e medicamentos destinados à rede hospitalar de Belo Horizonte para a tomada de decisões'. Comércio não essencial está fechado em BH desde o dia 6 de março Danilo Girundi / TV Globo A reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 de Belo Horizonte, realizada na tarde desta quarta-feira (14), terminou sem definição. As discussões continuam nesta quinta-feira (15) para a avaliação da possibilidade de flexibilização das medidas restritivas contra o coronavírus na capital. De acordo com a prefeitura, "em que pese a melhora dos índices de monitoramento", os especialistas do comitê avaliam "as perspectivas de suprimento de insumos e medicamentos destinados à rede hospitalar de Belo Horizonte para a tomada de decisões em relação à reabertura das atividades". Em algumas cidades da Grande BH, o estoque de sedativos já acabou ou é insuficiente. Segundo o município, as reuniões podem ser estendidas até a próxima sexta-feira (15). Cinco cidades da Grande BH já registram falta de sedativos ou estoque insuficiente Comitê discute reabertura de BH em meio a indicadores melhores da Covid, mas enterros em alta Os comércios e serviços considerados não essenciais estão fechados há 40 dias em Belo Horizonte. Quando o prefeito Alexandre Kalil (PSD) anunciou as restrições, em 5 de março, a taxa de ocupação de leitos de UTI estava em 81% e a de enfermaria, em 61,9%. Os índices são inferiores aos últimos indicadores, divulgados na terça-feira (13), quando a ocupação da terapia intensiva estava em 86,1% e a de enfermaria, em 68,4%. Apenas o RT, que mede o número médio de transmissões por infectado, estava maior na data do fechamento, em 1,16. Na terça-feira, o índice estava em 0,88. Nesta terça-feira, a Secretaria Municipal de Saúde informou que monitora diariamente os estoques de medicamentos sedativos, bloqueadores neuromusculares e outros adjuvantes utilizados nos hospitais, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu). A prefeitura recebeu doações de associações, o que permitiu "um pequeno abastecimento da rede". Contudo, ressaltou que "o consumo diário na Rede SUS-BH é muito alto". Vídeos mais vistos no G1 MG:
Veja Mais

14/04 - Prefeitura de Itapetininga vacina idosos a partir de 66 anos contra a Covid-19 nesta quarta-feira
Aplicação das doses acontece em dois locais do município, das 17h30 às 20h30. Vacinação em Itapetininga acontece em dois pontos de vacinação drive-thru e a pé. Divulgação/Prefeitura de Itapetininga A Prefeitura de Itapetininga (SP) realiza nesta quarta-feira (14) a vacinação de idosos a partir de 66 anos contra a Covid-19. Segundo o Executivo, a aplicação das doses acontece em dois locais do município, das 17h30 às 20h30. Aos idosos pertencentes à nova faixa etária, o Ginásio Ayrton Senna, no bairro Vila Barth, e o Atende Fácil da Prefeitura, no Jardim Marabá, realizarão os atendimentos, em sistema drive-thru ou a pé. Ainda segundo a prefeitura, é necessário apresentar um documento com foto e um comprovante de endereço. VÍDEOS: assista às reportagens da TV TEM Veja mais notícias no G1 Itapetininga e Região
Veja Mais

14/04 - Curitiba oferece auxílio alimentar de R$ 70 por mês no Armazém da Família para pessoas em situação de extrema pobreza
Cada família beneficiada tem direito a um vale mensal durante três meses, o que pode ser prorrogado por mais três; podem receber o auxílio somente quem possui cadastro no CadÚnico. Famílias em situação de pobreza recebem auxílio alimentar em Curitiba A Prefeitura de Curitiba lançou, na terça-feira (13), um auxílio alimentar de R$ 70 mensais para famílias de extrema pobreza e risco social inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). Com o benefício, segundo o município, os cadastrados irão receber um vale por família para ser gasto exclusivamente nas 34 unidades do Armazém da Família. Veja os endereços. Inicialmente, conforme a prefeitura, o benefício será oferecido por três meses, podendo ser prorrogado por mais três. O objetivo é que sejam oferecidos 210 mil auxílios alimentares. O município destacou que, famílias que ainda não fazem parte do CadÚnico, mas se enquadram entre as pessoas que têm direito ao benefício devem procurar uma unidade do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) para se inscrever. Curitiba oferece auxílio alimentar de R$ 70 por mês para famílias em situação de extrema pobreza Reprodução/RPC Como receber o auxílio alimentar? Segundo a prefeitura, as famílias que têm direito ao auxílio e estão cadastradas são comunicadas pelas equipes do Cras e automaticamente inscritas no sistema dos Armazéns da Família, com base na relação encaminhada pela Fundação de Ação Social (FAS). O crédito de R$ 70 deve ser usado no prazo de até 30 dias, a contar do dia do carregamento. Nos Armazéns da Família, para comprar os alimentos, itens de higiene ou produtos de limpeza com o auxílio, um responsável da família precisa apresentar CPF e um documento com foto. O telefone de contato para tirar dúvidas sobre o auxílio e sobre quem tem direito a ele é o da Central de Cadastro dos Armazéns da Família: (41) 3350 3890. Assista aos vídeos mais acessados do G1 PR Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Veja Mais

14/04 - Porto Real aplica segunda dose da CoronaVac em idosos de 70 anos ou mais
Aplicação das doses será em cinco pontos, com horários definidos por idade. Morador deve apresentar documento de identificação com foto, CPF, cartão do SUS, comprovante de residência e cartão de vacina. Porto Real (RJ) vai aplicar a segunda dose da vacina contra a Covid-19 nesta quinta (15) e sexta-feira (16). Serão contemplados apenas idosos de 70 anos ou mais que foram vacinados com a primeira dose da CoronaVac. A imunização será na Central de Vacinas e nas Unidades de Saúde da Família de Jardim Real, Bulhões, Freitas Soares e São José. O público-alvo deve se dirigir ao local mais próximo de sua residência (veja os horários abaixo). É necessário apresentar um documento de identificação com foto, CPF, cartão do SUS, comprovante de residência e cartão de vacina. Segundo a prefeitura, os idosos acamados vão receber a dose em suas casas. Eles já estão cadastrados e só têm que esperar a visita das equipes de vacinação. Confira o calendário: Quinta-feira Idosos de 73 e 74 anos — das 8h às 11h30 Idosos de 72 anos — das 13h às 16h Sexta-feira Idosos de 71 anos — das 8h às 11h30 Idosos de 70 anos — das 13h às 16h + Saiba quantas pessoas já foram vacinadas em cada cidade da região VÍDEOS: as notícias que foram ao ar na TV Rio Sul
Veja Mais

14/04 - ALMG reconhece ou prorroga estado de calamidade pública por causa da Covid-19 em cidades da Zona da Mata e Vertentes
A medida é válida até 30 de junho para os municípios de Barbacena, Tabuleiro, Barroso, Carandaí, Espera Feliz, Laranjal, Mar de Espanha e Volta Grande. Reunião na ALMG foi feita remotamente nesta quarta-feira (14) ALMG/Divulgação A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou, na manhã desta quarta-feira (14), o início ou a prorrogação do estado de calamidade pública em oito cidades da Zona da Mata e Campo das Vertentes por causa da pandemia de Covid-19. A medida é válida até 30 de junho. Municípios reconhecidos: Barbacena e Tabuleiro; Municípios prorrogados: Barroso, Carandaí, Espera Feliz, Laranjal, Mar de Espanha e Volta Grande. De autoria da Mesa da Assembleia, o Projeto de Resolução (PRE) 119/21 foi aprovado em turno único pelos parlamentares em uma reunião realizada remotamente. Ao todo, a matéria reconheceu o início do estado de calamidade em 25 municípios mineiros e prorrogou a situação em 43 cidades. Além disso, o PRE 119/21 foi aprovado em redação final. Dessa forma, enquanto perdurar a situação de calamidade, ficam suspensas a contagem dos prazos e as disposições referentes a despesas com pessoal e à dívida consolidada. Ainda conforme a matéria, as prefeituras estão dispensadas de atingir os resultados fiscais. Nos últimos meses, o G1 mostrou que a ALMG havia prorrogado o estado de calamidade por causa da doença no Estado e em outras cidades das regiões. Leia também: Assembleia prorroga estado de calamidade em BH e mais 98 municípios mineiros; veja quais ALMG aprova estado de calamidade pública por causa do coronavírus em Juiz de Fora ALMG reconhece estado de calamidade pública por causa do coronavírus em seis cidades da Zona da Mata e Vertentes VÍDEOS: veja tudo sobre a Zona da Mata e Campo das Vertentes
Veja Mais

14/04 - Mulher que teve parto prematuro por causa da Covid-19 na BA relembra cuidado de equipe da saúde: 'Meu coração é só gratidão'
Naama Freire passou 22 dias internada no Hospital Jorge Valente, em Salvador. Após quase dois meses de receber alta, ela reencontrou com a equipe responsável pelo tratamento. Grávida que foi infectada pela Covid-19 agradece profissionais de saúde pelo tratamento A Após contrair a Covid-19 em janeiro deste ano, Naama Freire, que na época estava grávida de oito meses, precisou ser internada e teve o parto antecipado por causa da doença. Segundo ela, o tratamento recebido pelos profissionais de um hospital de Salvador, durante os 22 dias que esteve internada foi importante para a recuperação. “O que tenho a dizer para eles, é que eles realmente foram muito importantes para a minha recuperação. Eu não tenho como agradecer”, relata. Naama foi internada no dia 24 de janeiro após ter febre alta. De acordo com o médico que cuidou do caso, a febre acelerou os batimentos cardíacos do bebê. Por causa do risco, o parto precisou ser antecipado por meio de uma cesariana. “O médico, doutor Paulo, falou: ‘você precisa fazer a cesariana’. O bebê também comprimia o pulmão e eu ficava com mais falta de ar ainda”, relembra. O parto correu bem e o filho dela, Léo Lucas, nasceu saudável e não foi diagnosticado com o vírus. Porém, ela precisou ficar no hospital por mais 20 dias para se recuperar. Naama passou o aniversário no hospital, e para ela, o cuidado durante esse período, foi fundamental. Por causa disso, ela fez uma carta para os profissionais da unidade, como forma de agradecer a equipe. “Teve um dia que uma enfermeira veio, entrou e não tinha canudo, e ela disse que iria buscar. Depois ela voltou, e disse: 'olha, não achei, mas vou revirar esse hospital e achar um canudo para você se alimentar'. Depois ela voltou com vários canudos na mão”, relembra. Após quase dois meses de ter recebido alta, Naama reencontrou, de forma online, com a equipe responsável pelo tratamento e pelo parto. “Meu coração é só gratidão. Esse reconhecimento de Naama, cada palavra que ela falou, me tocou profundamente”, conta Andreia Lima, técnica de enfermagem do hospital. “Aqui [hospital] nasceu Léo Lucas e aqui ela fez aniversário. Fiz um acordo com ela, que daria alta no dia do meu aniversário, no dia 15 de fevereiro, e assim foi feito”, relembra o médico Paulo Andrade, um dos responsáveis pelo tratamento. "Que Deus abençoe vocês. É muito difícil, nessa época de pandemia, estar na linha de frente. A gente sabe o quanto é difícil. Eu estava dentro do hospital e presenciei algumas coisas. Que Deus dê força a vocês", concluiu Naama. Naama Freire passou 20 dias internada no Hospital Jorge Valente teve parto antecipado por causa da Covid-19. Reprodução/TV Bahia Confira mais notícias do estado em G1 Bahia. Assista aos vídeos do G1 Bahia e TV Bahia Ouça o podcast do G1 Bahia
Veja Mais

14/04 - Assaltantes invadem comércio, ameaçam clientes e proprietária, e acabam presos em Oriximiná
Dentro do estabelecimento e com armas em punho, os assaltantes exigiam dinheiro. Dinheiro e revólveres apreendidos com assaltantes em Oriximiná, no PA Leonardo Souza Um assalto foi registrado na manhã desta quarta-feira (14) em um estabelecimento comercial no bairro São pedro, no município de Oriximiná, oeste do Pará. Dois jovens armados de revólveres invadiram o local poucos minutos após o proprietário sair e anunciaram o assalto. Um homem que faz entrega de salgadinhos no comércio foi agredido com uma coronhada por um dos assaltantes que exigiu o celular da vítima. Dentro do estabelecimento e com armas em punho, os assaltantes exigiam dinheiro. O barulho chamou a atenção da esposa do proprietário do estabelecimento que foi até o local ver o que estava acontecendo quando se deparou com os assaltantes. Um dos criminosos acompanhou a mulher, ordenando que ela entrasse no quarto onde estava o filho dela (uma criança). "Ele apontava a arma pra mim e dizia que queria dinheiro. Eu ofereci o meu celular, mas ele não queria. Dizia o tempo todo que se eu não entregasse dinheiro ele iria me matar. Pegou o dinheiro que tinha na minha bolsa e logo em seguida a polícia chegou, graças a Deus", contou a esposa do comerciante. Ela pediu para não ter o nome divulgado. Motocicleta usada pela dupla de assaltantes Leonardo Souza A ação durou cerca de 5 minutos, tempo suficiente para que os criminosos aterrorizassem quem estava no estabelecimento comercial e a esposa do proprietário até a chegada da polícia. A guarnição da Polícia Militar que esteve no local conseguiu prender os assaltantes. Segundo a polícia, um deles é suspeito de participação em assalto a uma farmácia de Oriximiná, de onde foram levados R$ 6 mil. À polícia, os assaltantes disseram que queriam dinheiro para pagar uma dívida. O dinheiro roubado no assalto desta quarta-feira, assim como a moto e as armas utilizadas pelos assaltantes foram apresentados na UIP para as providências cabíveis. *Com informações de Leonardo Souza, de Oriximiná VÍDEOS: Mais vistos do G1 Santarém e Região
Veja Mais

14/04 - Jovem de 26 anos é morto a tiros enquanto pedalava em Ibotirama, no oeste da Bahia
Caso aconteceu na terça-feira (13) no bairro do Alto Cruzeiro. Autoria e motivação do crime são investigadas pela Delegacia Territorial do município. Um jovem identificado como Wenison Barbosa de Souza Santos, de 26 anos, foi morto a tiros na terça-feira (13) enquanto pedalava no bairro do Alto Cruzeiro, no município de Ibotirama, no oeste da Bahia. A informação é da Polícia Civil. De acordo com informações preliminares apuradas pela polícia, o jovem foi surpreendido por suspeitos que atiraram de dentro de um carro. A polícia, no entanto, não detalhou a quantidade de criminosos. Ainda de acordo com a polícia, após os disparos, a vítima caiu no chão e os autores continuaram a efetuar os tiros. Os suspeitos fugiram no sentido da zona rural do município. A autoria e motivação do crime são investigadas pela Delegacia Territorial (DT) de Ibotirama. Confira mais notícias do estado em G1 Bahia. Assista aos vídeos do G1 Bahia e TV Bahia Ouça 'Eu te Explico'
Veja Mais

14/04 - Concessionária realiza obra de recuperação de pavimento na Rodovia dos Bandeirantes em Jundiaí
Trabalhos acontecem na alça que liga a pista norte, sentido interior, da Rodovia dos Bandeirantes à Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto. Concessionária realiza obra de recuperação de pavimento na Rodovia dos Bandeirantes em Jundiaí CCR AutoBan/Divulgação A concessionária que administra o Sistema Anhanguera-Bandeirantes realiza nesta quarta (14) e quinta-feira (15), das 22h às 5h, uma obra de recuperação de pavimento em alça do trevo do quilômetro 60 da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), no entroncamento com a Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto (SP-300), em Jundiaí (SP). Os trabalhos acontecem na alça que liga a pista norte, sentido interior, da Rodovia dos Bandeirantes à Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto. Em caso de chuva ou condição climática adversa, o cronograma poderá ser revisto. Confira as rotas alternativas: Opção 1 Durante o período da obra, motoristas com destino à Rodovia João Cereser (SP-360) e à região dos bairros do Retiro e Vila Hortolândia, em Jundiaí, podem utilizar a Via Anhanguera (SP-330) como alternativa. A SP-330 pode ser acessada a partir da saída 48 da Rodovia dos Bandeirantes. A pista oeste - sentido Itu (SP) - da Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto pode ser acessada na saída 62 da Via Anhanguera. Opção 2 Outra alternativa é seguir pela pista norte – sentido interior – da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), utilizar o retorno do quilômetro 73 e acessar a Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto a partir da saída 61 da pista sul – sentido capital – da SP-348. VÍDEOS: veja as reportagens do Bom Dia Cidade e do TEM Notícias de Sorocaba e Jundiaí Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí
Veja Mais

14/04 - Deputado do PT aparece, por engano, em campanha institucional de vacinação do governo Bolsonaro; veja vídeo
Chico Vigilante foi filmado enquanto tomava vacina contra Covid-19, em posto de Brasília. Ele diz que concordou com gravação, mas não sabia que era para campanha do governo federal. Deputado do PT-DF aparece em campanha institucional do governo Bolsonaro O deputado distrital Chico Vigilante (PT-DF), de 66 anos, opositor da gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), apareceu em uma campanha institucional do governo federal sobre a vacinação contra a Covid-19. O vídeo foi exibido nesta quarta-feira (14), durante uma coletiva de imprensa do Ministério da Saúde (assista acima). Vacina contra Covid-19 no DF: veja quem pode ser vacinado agora e o que fazer Nas imagens, Chico Vigilante aparece fazendo sinal positivo. O vídeo foi feito na semana passada, quando o político tomou a vacina contra o novo coronavírus em um posto de Brasília. O parlamentar disse à reportagem que autorizou a filmagem, mas que não sabia que ela seria usada em uma campanha do governo federal. "Tinha uma equipe filmando. Falei da importância do SUS [Sistema Único de Saúde], que era fundamental que todo mundo tivesse oportunidade de se vacinar. Aí eles procuraram se eu autorizava o uso de imagem, eu assinei autorizando, só que eu não sabia que era propaganda oficial do governo", diz Chico Vigilante. Deputado do PT aparece em campanha do governo Bolsonaro TV Brasil/Reprodução O deputado conta que achava que as imagens seriam usadas em um documentário. No entanto, diz não ter ficado incomodado com a situação. "Para mim não tem problema nenhum. Até porque a vacina é uma coisa de estado, não de governo", diz ele. O G1 perguntou ao Ministério das Comunicações se o uso das imagens do deputado de oposição influenciaria na veiculação da campanha. No entanto, até a última atualização desta reportagem, a pasta não havia se manifestado. Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.
Veja Mais

14/04 - Governo do Paraná espera receber mais de 360 mil doses de vacina contra Covid-19 até sexta-feira (16)
Essa vai ser a 13ª remessa do Ministério da Saúde, que vai garantir a continuidade da vacinação no Paraná. Até quarta-feira (14), estado vacinou 1.340.784 pessoas com a primeira dose e 375.006 com as segunda dose. Novo lote de vacinas é esperado no Paraná. Alisson Frazão O Paraná espera receber um novo lote com 368.050 doses de vacinas contra a Covid-19. A data de entrega ainda não foi confirmada pelo governo federal, mas deve ocorrer até sexta-feira (16), segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). Segundo a Sesa, com o novo lote, o Paraná vai ultrapassar a marca de 2,8 milhões de doses recebidas desde o começo do ano. Até nesta quarta-feira (14), 1.340.784 pessoas receberam as primeiras doses e 375.006 as segundas doses, em todo o estado. CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias ACOMPANHE: Média móvel de mortes e casos no estado VACINAÇÃO NO PARANÁ: Veja perguntas e respostas Ao todo, devem chegar ao estado 225.250 doses da AstraZeneca e 142.800 da CoronaVac. Essa vai ser a 13ª remessa do Ministério da Saúde. Esse novo lote de vacinas é esperado em todo o estado, pois muitas cidades pausaram a aplicação da primeira dose, por falta do imunizante, como em Curitiba, que a vacinação continua apenas para idosos com 67 anos ou mais. Com a nova remessa, seriam 225.453 primeiras doses e as outras vacinas ficariam para a segunda aplicação. O secretário estadual de saúde, Beto Preto, destacou que a nova remessa vai ajudar na continuação da vacinação de idosos com mais de 60 anos. São mais de 215 mil vacinas apenas para essa faixa etária. “Estamos correndo contra o tempo. A imunização rápida dos grupos de risco é a nossa principal meta. Esperamos manter um bom ritmo de recebimento e vacinar os primeiros 4,6 milhões de paranaenses o mais breve possível”, afirmou. Divisão das doses As doses da AstraZeneca estão divididas em 201.994 para idosos de 65 a 69 anos e 2.741 em idosos de 60 a 64 anos, ambas para a primeira dose. As doses da CoronaVac estão divididas em 8.103 para trabalhadores de saúde, 2.277 para forças de segurança pública e salvamento (incluindo as Forças Armadas), 10.338 para idosos de 60 a 64 anos para a primeira dose. Para a segunda dose da CoronaVac, são 6.061 para trabalhadores de saúde e 103.078 para idosos de 65 a 69 anos. VÍDEOS: Mais assistidos do G1 Paraná c Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Veja Mais

14/04 - Mecânico é preso com 30 tijolos de paste base de cocaína em rodovia de Araçatuba
Droga estava escondida dentro de um fundo falso instalado no painel de um carro. Suspeito confessou que levaria os entorpecentes para Rio Claro (SP). Droga foi encontrada escondida dentro de fundo falso na Rodovia Marechal Rondon em Araçatuba Tático Ostensivo Rodoviário de Araçatuba/Divulgação Um mecânico de 32 anos foi preso ao ser flagrado transportando 30 tijolos de pasta base de cocaína dentro de um carro na Rodovia Marechal Rondon, em Araçatuba (SP), na manhã desta quarta-feira (14). De acordo com informações do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), equipes realizavam patrulhamento durante a Operação Toque de Restrição quando suspeitaram do motorista e decidiram abordá-lo. Depois de fazerem perguntas para o mecânico e duvidarem das respostas, os policiais fizeram uma vistoria no carro e encontraram os entorpecentes no interior de um fundo falso instalado no painel do veículo. Ainda segundo o Tático Ostensivo Rodoviário, o motorista confessou que entregaria os tijolos de pasta base de cocaína em Rio Claro (SP). Ele recebeu voz de prisão em flagrante e foi levado à delegacia de Araçatuba. VÍDEOS: veja as reportagens da região Veja mais notícias da região no G1 Rio Preto e Araçatuba
Veja Mais

14/04 - Indígenas da etnia Xikrin pedem melhorias em casa de apoio em Parauapebas, no Pará
Eles denunciam o estado de abandono do imóvel pela parte do poder público e da mineradora Vale. Índios Xikrin pedem melhorias em casa de apoio Cerca de 60 indígenas da etnia Xikrin vivem na casa de apoio ao indígenas, em Carajás, Parauapebas, sudeste do Pará. Eles denunciam o estado de abandono do imóvel pela parte do poder público e da mineradora Vale. Os indígenas relataram que o ambiente está insalubre e não oferece conforto para para que vai à cidade em busca de atendimento médico, na unidade hospitalar que é mantida pela mineradora Vale. Os indígenas recebem atendimento no hospital e depois retornam para a casa de apoio, que está sem estrutura e nem um tipo de atendimento de saúde. Indígenas da etnia Xikrin pedem melhorias em casa de apoio em Parauapebas, no Pará Reprodução/TV Liberal Até 2020, a Prefeitura de Parauapebas mantinha uma equipe de enfermagem no local, mas devido a pandemia e as condições da casa o atendimento foi suspenso. A responsabilidade por isso é da Sesai. Em outubro de 2020, a Vale prometeu construir uma nova casa, mas na época as lideranças Xikrin não aprovaram o projeto. Depois eles mudaram de ideia, mas até o momento a mineradora não tirou a obra do papel. O líder indígena Botiê Xikrin denuncia que em 2020, cinco indígenas morreram com problemas de saúde na casa de apoio. A filha dele também está doente. É questão de abandono mesmo. Porque a gente vê que falta a parte da empresa de manter o lugar que é da comunidade, que foi cedido pela própria Vale, e que a gente preferia que eles tivesse essa consciência deles manterem dando a assistência para a casa de apoio que recebe os indígenas que vêm da aldeia", disse Botiê Xicrim, liderança indígena. Nota A mineradora Vale informou que já apoia a saúde do povo indígena Xikrin do Catete, em complemento à responsabilidade primária do Estado, viabilizando o atendimento médico e hospitalar à comunidade. A empresa disse ainda que com parte da solução conjunta entre as comunidades indígenas, Prefeitura de Parauapebas e o ICMBIO, contribuirá também com a reforma da casa da saúde indígena, cujos projetos executivos estão sendo elaborados. A Vale permanece mantendo o diálogo com a comunidade e apresentará o cronograma da nova casa de apoio aos indígenas e demais envolvidos. Aguardamos um posicionamento da Secretaria de Saúde Indígena, A Sesai e da Prefeitura de Parauapebas.
Veja Mais

14/04 - Mais de 150 pessoas estão com a 2ª dose da vacina contra a Covid-19 atrasada em Dracena
Informação foi divulgada pela Prefeitura com base no sistema VaciVida, do governo do Estado de São Paulo. Mais de 150 pessoas ainda não tomaram a 2ª dose da vacina contra a Covid-19 em Dracena MARLON COSTA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO A Prefeitura de Dracena informou nesta quarta-feira (14) que 153 pessoas estão em atraso com a segunda dose da vacina contra a Covid-19 no município. O dado foi divulgado com base no sistema VaciVida, do governo do Estado de São Paulo. A enfermeira responsável pela Vigilância Epidemiológica, Karina Akiyama, informou que das 153 pessoas, 103 são idosos e 50 são profissionais da saúde. Conforme Akiyama, a Secretaria da Saúde tem procurado entrar em contato com essas pessoas para que compareçam aos postos para completar o esquema de vacinação. 1,5 milhão de brasileiros sem 2ª dose A coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), Francieli Fantinato, informou nesta terça-feira (13) que 1,5 milhão de brasileiros já poderiam ter tomado a segunda dose da vacina contra a Covid-19, mas ainda não receberam o imunizante. Ela deu a informação durante café da manhã com jornalistas do qual participou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Até o momento, duas vacinas são aplicadas no país: a da farmacêutica AstraZeneca (desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford), e a CoronaVac (desenvolvida pelo laboratório Sinovac com o Butantan). Para a vacina da AstraZeneca, a maior eficácia é alcançada quando o intervalo entre a primeira e a segunda doses é de três meses. Para a CoronaVac, o melhor resultado, de acordo com os estudos, ocorre quando a segunda dose é aplicada em um intervalo de 21 a 28 dias. De acordo com especialistas, a segunda dose é essencial não apenas para proteção individual. Quanto mais pessoas estiverem imunizadas, maior é a barreira criada na comunidade inteira, diminuindo as possibilidades de alguém se infectar. VÍDEOS: Tudo sobre a região de Presidente Prudente Initial plugin text Veja mais notícias em G1 Presidente Prudente e Região.
Veja Mais